Ações em SP relembram mortos e desaparecidos políticos da ditadura militar

Aconteceram ontem (03/05) mais três ações em São Paulo para relembrar os mortos e desaparecidos políticos da ditadura militar. As ações, de autoria da Frente de Esculacho Popular, integraram a Semana Nacional de Memória, Verdade e Justiça.

No alto da Lapa foram espalhadas diversas imagens de Ísis Dias de Oliveira, feitas com stencil em postes próximos à praça de mesmo nome, onde ela morou. A jovem combatente de 31 anos, militante da ALN (Ação Libertadora Nacional), desapareceu em 1972.

No mesmo bairro, à rua Pio XI, 767, aconteceu no dia 16 de dezembro de 1976 o chamado “massacre da Lapa”. Dois dirigentes do PCdoB (Partido Comunista do Brasil), Ângelo Arroyo e Pedro Ventura Felipe de Araújo Pomar foram sumariamente assassinados pelas forças de repressão da ditadura. Além deles, João Batista Franco Drummond, que também estava presente no momento, foi preso e encaminhado ao DOI-Codi e morto sob tortura. No local, seus rostos foram pintados com stencil e uma placa de rua foi colocada em um poste.

Na rua Serra de Botucatu, no Tatuapé, há 40 anos as forças da repressão também assassinaram outras três pessoas. Napoleão Felipe Biscaldi, funcionário público aposentado passava pela rua no momento da ação e foi atingido. Mas o objetivo era executar dois jovens militantes da MOLIPO (Movimento de Libertação Nacional), Alexander José Ibsen Voerões e Lauriberto José Reyes, que foram brutalmente assassinados a tiros. No local também foi colocada uma placa de rua com seus nomes e seus rostos foram reproduzidos em stencil pela região.

Nos três locais, cartas foram entregues aos vizinhos e deixadas nas caixas de correio, contando a história dos militantes e o que aconteceu ali. O objetivo da ação foi relembrar a morte e manter viva sua memória desses militantes que dedicaram suas vidas à um país mais justo, a uma sociedade melhor. Essas mortes não podem ser esquecidas para que nunca se repitam.

Não esquecemos! Por Memória, Verdade e Justiça! Chega de impunidade!

 

7 thoughts on “Ações em SP relembram mortos e desaparecidos políticos da ditadura militar

  1. Boa tarde.

    Eu gostaria de saber como faço para participar, ou contribuir de alguma forma mais eficaz além de simplesmente compartilhar as ações em busca da verdade e punição dessa corja na internet.

    Obrigada.

  2. quro saber se vao tambem esculachar os assassinos de meu paiCARDENIO JAYME DOLCE.ELE ERA UM DELEGADO APOSENTADO QUANDO FOI COVARDEMENTE ASASSINADO PELA TERRORISTAS ISIS DIAS DE OLIVEIRA,ESSA MALDITA TERRORISTAS DEIXOU MINA MAE D DALVA VIUVA AOS 36 ANOS COM 4 FILHOS,O QUE ACHAM.

  3. Olá, sou estudante de jornalismo e estou produzindo uma pauta sobre a Comisssão da Verdade para o Instituto Vladimir Herzog. Minha pauta terá foco em um perfil de uma vítima da ditadura e estou à procura de uma família que perdeu um parente nesse período e que esteja disposta a colaborar na realização desta matéria dando depoimentos para contar a história de vida desse parente.
    Se puderem me passar um e-mail para contato ou telefone de alguém que possa me indicar alguma família, agradeceria muito, pois ainda não consegui contato com nehuma família que resida aqui em São Paulo.
    Muito obrigada.

  4. Gostaria de ver essa tal Frente do Esculacho Popular preparar campanhas e cartazes com fotos, nomes e histórias das pessoas abaixo listadas, que foram mortas pelas esquerdas no Regime Militar, e pregá-las próximas às casas de dirigentes e figurões dos partidos de esquerda (PT, PSB, PCB, PCdoB, etc) e de pessoas que cometeram tais crimes e hoje estão ocupando cargos públicos, como Gabeira, Zé Dirceu, Genoíno, Dilma e etc.
    Aí sim, vocês estarão mostrando que são a turma do esculacho popular.
    Caso contrário, não passam de petistas ignorantes.

    AS VÍTIMAS DAS ESQUERDAS
    1 – 12/11/64 – Paulo Macena, Vigia – RJ
    2 – 27/03/65- Carlos Argemiro Camargo, Sargento do Exército – Paraná
    3 – 25/07/66 – Edson Régis de Carvalho, Jornalista – PE
    4 – 25/07/66 – Nelson Gomes Fernandes, almirante – PE
    5 – 28/09/66 – Raimundo de Carvalho Andrade – Cabo da PM, GO
    6 – 24/11/67 – José Gonçalves Conceição (Zé Dico) – fazendeiro – SP
    7 – 15/12/67 – Osíris Motta Marcondes, bancário – SP
    8 – 10/01/68 – Agostinho Ferreira Lima – Marinha Mercante – Rio Negro/AM
    9 – 31/05/68 – Ailton de Oliveira, guarda Penitenciário – RJ
    10 – 26/06/68- Mário Kozel Filho – Soldado do Exército – SP
    11 – 27/06/68 – Noel de Oliveira Ramos – civil – RJ
    12- 27/06/68 – Nelson de Barros – Sargento PM – RJ
    13 – 01/07/68 – Edward Ernest Tito Otto Maximilian Von Westernhagen – major do Exército Alemão – RJ
    14 – 07/09/68 – Eduardo Custódio de Souza – Soldado PM – SP
    15 – 20/09/68 – Antônio Carlos Jeffery – Soldado PM – SP
    16- 12/10/68 – Charles Rodney Chandler – Cap. do Exército dos Estados Unidos – SP
    17 – 24/10/68 – Luiz Carlos Augusto – civil – RJ
    18 – 25/10/68 – Wenceslau Ramalho Leite – civil – RJ
    19 – 07/11/68 – Estanislau Ignácio Correia – Civil – SP
    20 – 07/01/69 – Alzira Baltazar de Almeida – dona de casa – Rio de Janeiro/RJ
    21 – 11/01/69 – Edmundo Janot – Lavrador – Rio de Janeiro / RJ
    22 – 29/01/69 – Cecildes Moreira de Faria – Subinspetor de Polícia – BH/ MG
    23 – 29/01/69 – José Antunes Ferreira – guarda civil-BH/MG
    24 – 14/04/69 – Francisco Bento da Silva – motorista – SP
    25 – 14/04/69 – Luiz Francisco da Silva – guarda bancário –SP
    26 – 08/05/69 – José de Carvalho – Investigador de Polícia – SP
    27 – 09/05/69 – Orlando Pinto da Silva – Guarda Civil – SP
    28 – 27/05/69 – Naul José Montovani – Soldado PM – SP
    29 – 04/06/69 – Boaventura Rodrigues da Silva – Soldado PM – SP
    30 – 22/06/69 – Guido Boné – soldado PM – SP
    31 – 22/06/69 – Natalino Amaro Teixeira – Soldado PM – SP
    32 – 11/07/69 – Cidelino Palmeiras do Nascimento – Motorista de táxi – RJ
    33 – 24/07/69 – Aparecido dos Santos Oliveira – Soldado PM – SP
    34 – 20/08/69 – José Santa Maria – Gerente de Banco – RJ
    35 – 25/08/69 – Sulamita Campos Leite – dona de casa, PA
    36 – 31/08/69 – Mauro Celso Rodrigues – Soldado PM – MA
    37 – 03/09/69 – José Getúlio Borba – Comerciário – SP
    38 – 03/09/69 – João Guilherme de Brito – Soldado da Força Pública/SP
    39 – 20/09/69 – Samuel Pires – Cobrador de ônibus – SP
    40 – 22/09/69 – Kurt Kriegel – Comerciante – Porto Alegre/RS
    41 – 30/09/69 – Cláudio Ernesto Canton – Agente da Polícia Federal – SP
    42 – 04/10/69 – Euclídes de Paiva Cerqueira – Guarda particular – RJ
    43 – 06/10/69 – Abelardo Rosa Lima – Soldado PM – SP
    44 – 07/10/69 – Romildo Ottenio – Soldado PM – SP
    45 – 31/10/69 – Nilson José de Azevedo Lins- civil – PE
    46 – 04/11/69 – Estela Borges Morato – Investigadora do DOPS – SP
    47 – 04/11/69 – Friederich Adolf Rohmann – Protético – SP
    48 – 14/11/69 – Orlando Girolo – Bancário – SP
    49 – 17/11/69 – Joel Nunes – Subtenente PM – RJ
    50 – 18/12/69 – Elias dos Santos – Soldado do Exército – RJ
    51 – 17/01/70 – José Geraldo Alves Cursino – Sargento PM – SP
    52 – 20/02/70 – Antônio Aparecido Posso Nogueró – Sargento PM – SP
    53 – 11/03/70 – Newton de Oliveira Nascimento – Soldado PM – RJ
    54 – 31/03/70 – Joaquim Melo – Investigador de Polícia – PE
    55 – 02/05/70 – João Batista de Souza – Guarda de Segurança – SP
    56 – 10/05/70 – Alberto Mendes Junior- 1º Tenente PM – SP
    57 – 11/06/70 – Irlando de Moura Régis – Agente da Polícia Federal – RJ
    58 – 15/07/70 – Isidoro Zamboldi – segurança – SP
    59 – 12/08/70 – Benedito Gomes – Capitão do Exército – SP
    60 – 19/08/70 – Vagner Lúcio Vitorino da Silva – Guarda de segurança – RJ
    61 – 29/08/70 – José Armando Rodrigues – Comerciante – CE
    62 – 14/09/70 – Bertolino Ferreira da Silva – Guarda de segurança – SP
    63 – 21/09/70 – Célio Tonelly – soldado da PM – SP
    64 – 22/09/70 – Autair Macedo – Guarda de segurança – RJ
    65 – 27/10/70 – Walder Xavier de Lima – Sargento da Aeronáutica – BA
    66 – 10/11/70 – José Marques do Nascimento – civil – SP
    67 – 10/11/70 – Garibaldo de Queiroz – Soldado PM – SP
    68 – 10/11/70 – José Aleixo Nunes – soldado PM – SP
    69 – 10/12/70 – Hélio de Carvalho Araújo – Agente da Polícia Federal – RJ
    70 – 07/01/71 – Marcelo Costa Tavares – Estudante – MG
    71 – 12/02/71 – Américo Cassiolato – Soldado PM – SP
    72 – 20/02/71 – Fernando Pereira – Comerciário – RJ
    73 – 08/03/71 – Djalma Peluci Batista – Soldado PM – RJ
    74 – 24/03/71 – Mateus Levino dos Santos – Tenente da FAB – PE
    75 – 04/04/71 – José Julio Toja Martinez – Major do Exército – RJ
    76 – 07/04/71 – Maria Alice Matos – Empregada doméstica – RJ
    77 – 15/04/71 – Henning Albert Boilesen – Industrial – SP
    78 – 10/05/71 – Manoel da Silva Neto – Soldado PM – SP
    79 – 14/05/71 – Adilson Sampaio – Artesão – RJ
    80 – 09/06/71 – Antônio Lisboa Ceres de Oliveira – Civil – RJ
    81 – 01/07/71 – Jaime Pereira da Silva – Civil – RJ
    82 – 02/09/71 – Gentil Procópio de Melo -Motorista de praça – PE
    83 – 02/09/71 – Jayme Cardenio Dolce – Guarda de segurança – RJ
    84 – 02/09/71 – Silvâno Amâncio dos Santos – Guarda de segurança – RJ
    85 – 02/09/71 – Demerval Ferreira dos Santos – Guarda de segurança – RJ
    86 – –/10/71 – Alberto da Silva Machado – Civil – RJ
    87 – 22/10/71 – José do Amaral – Sub-oficial da reserva da Marinha – RJ
    88 – 01/11/71 – Nelson Martinez Ponce – Cabo PM – SP
    89 – 10/11/71 – João Campos – Cabo PM – SP
    90 – 22/11/71 – José Amaral Vilela – Guarda de segurança – RJ
    91 – 27/11/71 – Eduardo Timóteo Filho – Soldado PM – RJ
    92 – 13/12/71 – Hélio Ferreira de Moura – Guarda de Segurança – RJ
    93 – 18/01/72 – Tomaz Paulino de Almeida – Sargento PM – SP
    94 – 20/01/72 – Sylas Bispo Feche – Cabo PM – SP
    95 – 25/01/72 – Elzo Ito – Estudante – SP
    96 – 01/02/72 – Iris do Amaral – Civil – RJ
    97 – 05/02/72 – David A. Cuthberg – Marinheiro inglês – RJ
    98 – 15/02/72 – Luzimar Machado de Oliveira – Soldado PM – GO
    99 – 18/02/72 – Benedito Monteiro da Silva – Cabo PM – SP
    100 – 27/02/72 – Napoleão Felipe Bertolane Biscaldi – Civil – SP
    101 – 06/03/72 – Walter César Galleti – Comerciante – SP
    102 – 12/03/72 – Manoel dos Santos – Guarda de Segurança – SP
    103 – 12/03/72 – Aníbal Figueiredo de Albuquerque – Coronel R1 do Exército – SP
    104 – 08/05/72 – Odilo Cruz Rosa – Cabo do Exército – PA
    105 – 02/06/72 – Rosendo – Sargento PM – SP
    106 – 29/06/72 – João Pereira – Mateiro-região do Araguaia – PA
    107 – 09/09/72 – Mário Domingos Panzarielo – Detetive Polícia Civil – RJ
    108 – 23/09/72 – Mário Abraim da Silva – Segundo Sargento do Exército – PA
    109 – 27/09/72 – Sílvio Nunes Alves – Bancário – RJ
    110 – –/09/72 – Osmar… – Posseiro – PA
    111 – 01/10/72 – Luiz Honório Correia – Civil – RJ
    112 – 06/10/72 – Severino Fernandes da Silva – Civil – PE
    113 – 06/10/72 – José Inocêncio Barreto – Civil – PE
    114 – 21/02/73 – Manoel Henrique de Oliveira – Comerciante – SP
    115 – 22/02/73 – Pedro Américo Mota Garcia – Civil – RJ
    116 – 25/02/73 – Octávio Gonçalves Moreira Júnior – Delegado de polícia – SP
    117 – 12/03/73 – Pedro Mineiro – Capataz da Fazenda Capingo – SP
    118 – Francisco Valdir de Paula – Soldado do Exército-região do Araguaia – PA
    119 – 10/04/74 -Geraldo José Nogueira – Soldado PM – SP

    TERRORISTAS JUSTIÇADOS PELA ESQUERDA
    1 – Antonio Nogueira da Silva Filho, da VAR-Palmares (1969)
    2 – Geraldo Ferreira Damasceno, militante da Dissidência da VAR-Palmares (DVD) -29/05/1970
    3- Ari Rocha Miranda, militante da Ação Libertadora Nacional (ALN) – 11/07/1970
    4 – Antonio Lourenço, militante da Ação Popular (AP), –/02/1970
    5 – Márcio Leite Toledo, da Ação Libertadora Nacional (ALN) 23/03/1971
    6 – Amaro Luiz de Carvalho, codinome “Capivara”, militante do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário(PCBR) – 22/08/1971
    7 – Carlos Alberto Maciel Cardoso, da Ação Libertadora Nacional (ALN) – 13/11/1971
    8 – Francisco Jacques Moreira de Alvarenga, da Resistência Armada Nacionalista (RAN) – 28/06/1973
    9 – Salatiel Teixeira Rolins, do Partido Comunista Brasileiro Revolucionário (PCBR) 22/07/1973
    10 – Rosalino Cruz Souza. – Araguaia
    11 – Paulo. – Araguaia

  5. Por que não prestam nenhuma homenagem ao Tenente Mota Mendes, um dos mais covardes assassinatos praticados pela esquerda? Trucidade por Lamarca e seus companheiros no Vale da Ribeira à coronhadas de fuzil, foi enterrado, depois de castrado, tendo na boca o próprio pênis. Note-se que o tenente oferecera-se para servir de refém para que seus soldados fossem socorridos e apelou para Lamarca, que tinha sido capitão do Exército. Teve a cabeça destruída por golpes de fuzil. Porque não prestam homenagem ao Capitão Chandler, fuzilado na frente do filho de 9 anos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*